Algodão, Viscose e outras fibras para feltragem


No último post aqui do blog conversamos um pouco sobre a principal matéria-prima para quem faz feltragem aqui no Brasil, que é a lã natural. Muitos de vocês, no entanto, sempre perguntam sobre alternativas a esse material, se existem outras possibilidades a serem exploradas e quais seriam elas. Hoje vamos mostrar algumas outras fibras que podem ser utilizadas para feltragem, algumas como substitutas da lã e outras como complementos lindos ao seu trabalho.


Uma questão recorrente aqui é sobre o uso da lã por veganos, já que esse é um produto animal. A melhor alternativa, neste caso, seria a lã sintética, embora ela não tenha o mesmo toque nem permita o mesmo acabamento que a natural, além de não ser um produto biodegradável como a lã, o que faz com que seu impacto no ambiente seja muito maior. É importante lembrar, também, que o processo de tosquia não oferece nenhum risco à saúde do animal, ao contrário, é importante para mantê-lo saudável e para ajudá-lo a passar pelos meses de mais calor. Se quiser ampliar mais essa conversa, confira algumas informações aqui neste post.


Outras fibras que não são de origem animal e que já abordamos bastante lá no Instagram da Santa Meada são o algodão e a viscose. Elas funcionam muito bem, no entanto, em conjunto com a lã, para criar efeitos especiais como pelos e cabelos. Vou explicar os detalhes sobre eles aqui:


Algodão: É uma fibra natural muito delicada e macia, que se rompe com facilidade. Pode ser usada tanto na feltragem seca quanto na molhada, para fazer detalhes especiais e criar efeitos, como aqui nessas crinas do Unicórnio.

Viscose: Lisinha e macia, pode ser usada para fazer cabelos sedosos e brilhosos, se assemelha muito à seda, porém mais econômica. Veja o exemplo de aplicação aqui no cabelo da menina.

Ainda falando de fibras vegetais que podem ser utilizadas na feltragem, temos o rami, o cânhamo e o linho, todas naturais como o algodão.

Da esquerda para direita: algodão, ramie, cânhamo e linho

Existem muitas fibras de origem animal que podem ser trabalhadas na feltragem, inclusive mescladas, como é o caso da lã e da seda. Essa combinação pode render belas produções por sua maciez e unidade. Aqui na Santa Meada, trabalhamos com meadas lindíssimas dessa mescla, confira aqui, assim como a seda pura, que é vendida separadamente.

Outros tipos de fibras animais estão disponíveis no mercado, mas no Brasil ainda é difícil encontrá-las. Alguns exemplos são a de alpaca, de camelo, do mohair (produzido a partir do pelo da cabra angorá), o cashmere e do iaque (uma espécie de boi selvagem asiático). Tem um vídeo no Canal da Santa Meada em que mostro todas essas fibras, confere lá!


E você, conhece ou tem curiosidade sobre alguma outra fibra para a feltragem além da lã?


Compartilhe conosco por aqui ou pelas nossas redes sociais!


23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo