Prevenção de lesões na feltragem (needle felting): como utilizar a ergonomia na sua prática

Aqui na Santa Meada, você pode adquirir tudo o que precisa para começar a feltrar: o material e os tutoriais para fazer as peças. A empolgação pode acabar fazendo você praticar sem parar, ainda mais se você resolver trabalhar com isso. Mas é preciso ter cuidado com sobrecargas para evitar lesões na feltragem com agulhas (needle felting).



A feltragem com agulhas (needle felting) é uma técnica artesanal que vem ganhando bastante espaço no nosso país. Ela consiste na manipulação de lã por meio de uma agulha para a criação de objetos decorativos, customizações e arte em geral.


Para essa atividade, é preciso que o artesão se sente de frente a uma mesa ou a qualquer local que possa posicionar sua base. A base é uma estrutura semelhante a um travesseiro (macia para que possa ser perfurada pela agulha sem danificar a mesma) a qual vai apoiar a lã a ser trabalhada.


E é aí que identificamos o primeiro ponto: postura sentada prolongada. O que isso implica para a sua saúde?


Ergonomia em posturas prolongadas


Em primeiro lugar, vamos conhecer o conceito de ergonomia, que é o estudo da relação entre o homem e o seu ambiente de trabalho.


É a ciência que oferece ao indivíduo o conforto adequado em sua atividade, com prevenção de lesões e outros males ao trabalhador.


Mesmo que você não utilize a feltragem como fonte de renda, dependendo do quanto você pratica a técnica, e de como a pratica, você pode adquirir disfunções biomecânicas que podem se agravar com o tempo. A origem de muitos casos de artrose é devida a essas alterações.


Ficar bastante tempo sentado e não se atentar a intervalos pode ser danoso a sua saúde. Isso porque sem um arranjo físico adequado associado à permanência de uma postura inadequada causam uma carga excessiva em diversas estruturas do corpo.


Na postura em sedestação, ou seja, sentado(a) em uma cadeira, é preciso que:


· Sua cabeça fique em uma posição neutra, com o objeto mais à horizontal do seu campo de visão, na medida do possível.


· Sua coluna deverá ficar ereta — isso faz com que apenas 25% do peso do seu corpo seja transmitido ao solo pelos pés, o que alivia a sobrecarga na coluna. Seus quadris e joelhos deverão ficar fletidos em 90°.


· Os tornozelos não podem ficar suspensos no chão porque isso dificulta o retorno venoso nos membros inferiores. Use um apoio para os pés se preciso.




Todos esses posicionamentos objetivam não forçar suas articulações com ângulos muito fechados e tensões ligamentares.



Movimentos repetitivos e lesões na feltragem


A feltragem exige muita paciência, uma vez que você deve espetar uma agulha por diversas vezes até a peça tomar forma.


A dica mais básica é que a cada, aproximadamente, 60 min, você utilize 10 min para realizar outra atividade com suas mãos — que não seja a que você tanto repete.


Esse momento também é perfeito para que você se levante da cadeira caso esteja feltrando sentado.

A dica é fácil: se trabalhar sentado, fique em pé nos seus intervalos. Se trabalha em pé, fique sentado nos intervalos.


A melhor atividade que você pode fazer com as mãos para fugir das lesões na feltragem nesses intervalos são alongamentos musculares. Muito utilizados por trabalhadores de escritório, eles são também perfeitamente recomendáveis para sua prática artística.


Por exemplo: o ato de espetar com a agulha faz você executar a flexão e extensão de punho diversas vezes em uma amplitude fixa, isto é, “dobrar e esticar” a mão. Essa repetição pode provocar microtraumas nas estruturas que fazem essa flexão e extensão.


Um alongamento simples da musculatura flexora, por exemplo, pode ser feito quando você vira a palma da mão para fora, move os dedos em direção ao dorso da mão — com a ajuda da outra mão — e mantém o movimento por 15 a 30 segundo sentindo a pele do antebraço “esticar”.



Por mais simples que sejam, os alongamentos aumentam a flexibilidade, permitem movimentos amplos e promovem a recuperação do músculo que trabalhou muito por meio do relaxamento e ativação da circulação.


Existem ainda uma série de outras medidas que auxiliam para evitar lesões na feltragem. Mas começando por esses cuidados já é um grande passo!


Ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou quer sugerir algo? Comente logo abaixo!


61 visualizações

Mensagem por Whatsapp

(51) 99156.0606

  • Preto Ícone YouTube
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon

copyright © 2019 - Santa Meada

  • Preto Ícone YouTube
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon